Como fazer a gestão de um projeto de forma colaborativa?

QUER TER MAIS ENGAJAMENTO? TENTE FAZER DE FORMA COLABORATIVA!

Outro dia fui convidada para dar uma palestra sobre "Como fazer a gestão de um projeto de forma colaborativa” e as questões mais recorrentes são sobre o engajamento dos envolvidos.

No post anterior, comentei sobre o propósito, isto é uma boa dica! Se quer começar a gerenciar de forma colaborativa, pense no propósito do seu projeto.

Mas há outro sentimento que paira nestes grupos onde acontece a tão sonhada colaboração… é a confiança! Não estou falando da confiança tipo: “Confio que você entregará o prometido, etc e tal”, mas sim a confiança no indivíduo, na sua capacidade de resolver o problema, sem as cobranças que podem fazê-lo se sentir, com o perdão da palavra, ladrão, preguiçoso ou displicente.

A linha é tênue, a formação tradicional exige cobranças e índices de controle, porém sem a compreensão devida, torna-se evidente a desconfiança na base da gestão do projeto, pois partimos do princípio que sempre estarão nos roubando quer seja tempo, dinheiro ou bens.

Posso citar um exemplo: em um determinado cliente, onde recebi a incumbência de gerir um projeto de 18 meses, o início foi bem sombrio, os diversos envolvidos estavam descontentes com o tratamento que vinham recebendo, não confiavam mais na gestão e havia um agravante, uma contribuição mensal foi estabelecida para que o projeto pudesse ser desenvolvido.

IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO COLABORATIVA:
  • Através de um encontro de cocriação, foi identificado o que realmente irritava ou impedia o projeto “deslanchar”;
  • A identificação das causas: neste caso foram a falta de transparência financeira e a melhoria comunicação entre os envolvidos;
  • A construção da gestão do projeto foi baseada nos pilares identificados;
  • Encontros mensais foram estabelecidos e o histórico do investimento levantado;
  • Aplicação exaustiva de tecnologias e apps que facilitam a integração e a comunicação interna do projeto;
O INÍCIO:

A comunicação foi no início através de grupo fechado no facebook com a adição dos links do projeto, assim todos (diretamente ou indiretamente) podiam acompanhar o desenrolar das atividades;

  • Depois de um tempo, pelas características dos envolvidos, houve preferência pelo Google Groups;
  • Retomada constante sobre o assunto investimento financeiro do projeto;
  • Aplicada a postura de transparência máxima com acompanhamento on-time de todas as decisões tomadas: contratação, compra e contabilidade do projeto;
  • Responsabilização dos envolvidos respeitando cada expertise;
  • Empoderamento: possibilidade de escolha de novas lideranças e liberdade para tomada de decisão;
  • Registro e aplicação das ideias geradas durante os encontros mensais;
  • E por fim, a consolidação da relação de confiança entre os envolvidos;
O RESULTADO:
  • Reversão do caixa negativo;
  • Satisfação dos stakeholders na entrega;
  • Conexão, respeito, integridade e comprometimento de todos os envolvidos;

Confiar na capacidade individual de resolução de problemas foi fundamental para que o projeto colhesse os resultados, quem participou sabe!

Confiar nos seus parceiros de equipe é fundamental para que o projeto ocorra de maneira sustentável!


Texto originalmente publicado no Blog “meuSucesso.com” em 26/06/2015.

Quer saber mais?  Acesse a nossa HOME ou veja os PROJETOS no BLOG.

Tem alguma dúvida? Me mande um email! Ficarei feliz em responder!

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes

Revistas

Curadoria e atualização diária de reportagens, informações e dados relevantes para melhor compreensão da sua jornada ou negócio!

View my Flipboard Magazine.          View my Flipboard Magazine.          View my Flipboard Magazine.

Receba nossa newsletter

ENTRE EM CONTATO

Siga-nos