Cocriar para o despertar

Uma das coisas que sempre falo durante um processo colaborativo é o respeito que devemos ter no movimento do outro ser-humano que está conosco no projeto!

Respeito não significa que você não deva questionar uma ideia ou discordar dela, respeito é a não tentativa de transformar o outro em você mesmo. Explico! Na discordância ou no conflito, temos o impulso de criticarmos aquilo que não nos foi ensinado, aquilo que não compreendemos ou aquilo que parece desrespeitar ou desrespeita nossos princípios e valores.

Na maioria das vezes, a crítica circunda as duas primeiras opções. Quando criticamos alguém é, em primeiro lugar, sobre como nós agimos conosco. A nossa atitude em relação ao outro é o reflexo de como nos tratamos.

No movimento que proponho dentro das empresas, o caminho passa pelo auto-conhecimento, saber quem somos, desconstruírmos crenças sociais e familiares, para nos empoderar dentro do nosso próprio ser.

Auto-conhecimento leva a compaixão pela nossa própria jornada, a compaixão leva ao amor por nós mesmos... só neste caminho conseguiremos nos relacionar melhor com o outro. Compartilhar sem medo, compartilhar para construir, compartilhar para atingirmos a nossa plenitude.

#ficaadica: Todo processo de auto-conhecimento é válido! Pode ser a ioga, pode ser a meditação, pode ser processos de coaching, pode ser processo terapêutico holístico ou não. Encontre o seu!

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes

Revistas

Curadoria e atualização diária de reportagens, informações e dados relevantes para melhor compreensão da sua jornada ou negócio!

View my Flipboard Magazine.          View my Flipboard Magazine.          View my Flipboard Magazine.

Receba nossa newsletter

ENTRE EM CONTATO

Siga-nos